Skip to content

Novo padrão de FISPQ, padrão GHS. Saiba o que pode te prejudicar

Posted by admin - 27 de setembro de 2015 - slid

Advertisement

Em 01/06/2015 entrou em vigor a alteração na “norma regulamentadora nº 26” do Ministério do Trabalho e Emprego, provocada pela “portaria nº 229, de 24 de maio de 2.011”

 

Esta portaria determina que em todos os locais onde houverem produtos químicos saneantes armazenados (distribuidoras e almoxarifados de consumidores, entre outros), devem manter acessíveis a FISQP de maneira acessível a todos que frequentam o local,(até aqui, sem novidades) “no novo padrão GHS”.

 

GHS quer dizer na língua portuguesa (Sistema Global Harmonizado) e refere-se a um padrão internacional a ser seguido e que agora é obrigatório no Brasil (desde 01/06/2015), para que a simbologia e formato da FISQP passe a ser única. Os produtos que em alguns países eram classificados como perigosos e em outros não, passem a ter a mesma classificação.

 

A FISQP deve estar no padrão da norma ABNT 14725-“4”, AS QUE NÃO ESTÃO NESTE PADRÃO, NÃO SÃO MAIS VÁLIDAS.

 

ATENÇÃO: essa adequação já está sendo fiscalizada pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), que tem muito mais fiscais a disposição do que a ANVISA, além dos sindicatos dos empregados que rapidamente estarão oferecendo denúncias a quem não estiver adequado, onde haverão penalidades severas como retenção dos produtos, notificações, multas e até interdição.

 

A Renko, até o momento, é uma das únicas empresas que adequou as FISQPs ao novo padrão e que estão disponíveis no link abaixo para download.

Resultado de imagem para icone de download

 

Por favor, procurem rapidamente colocar a disposição este material em seu depósito a fim de evitar problemas

Share Our Post

Share this posts through social bookmarks.

  • Delicious
  • Digg
  • Newsvine
  • RSS
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

Related Posts

You may like other posts.

Comments

Tell us what you think.

There are no comments on this entry.